Esse artigo é para responder a uma simples pergunta que nos vem sido feita:

PORQUE ENTREGAMOS A FIBRA DIRETAMENTE NA CASA DO CLIENTE E NÃO FAZEMOS COMO TODOS OS OUTROS PROVEDORES QUE ENTREGAM NO CLIENTE CABO DE REDE AO INVÉS DE FIBRA?


Fiber to the x ou FTTx é uma generalização de várias configurações do desdobramento FTT, ou o sistema de envio da fibra , cuja única alteração é a letra final (FTTN, FTTC, FTTB, FTTH…) . O FFTx é formado assim por uma lacuna que pode ser preenchida por qualquer um dos outros conceitos técnicos N, C, B , H e etc. Com relação a resposta de QUAL É A MELHOR? De acordo com a resposta oficial do engenheiro: DEPENDE!


ftth

Um rede FTTX pode apresentar várias arquiteturas:

  • FTTH – Fiber to the home , ou fibra até a residência do usuário final.
  • FTTB – Fiber to the building , onde a fibra vai até o prédio e a distribuição para os assinantes são feitas através de uma rede Ethernet tendo como meio o cabo coaxial ou o par de cobre.
  • FTTC – Fiber to the curb  – onde a fibra vai até um armário na rua e a distribuição para os assinantes na quela vizinhança é através de VDSL2 ou Ethernet tendo como meio o cabo coaxial ou o par de cobre.
  • FTTN – Fiber-to-the-node – ao sair da central, essa conexão liga-se à um armário de rua ‘’ street cabinet’’ com a conexão final sendo cobre.
  • FTTP – Fiber-to-the premises – termo utilizado quando duas conexões são aplicáveis: o FTTH e FTTB ou ambas.
  • FTTD – Fiber-to-the-desk ou fibra até é utilizada em todo o cabeamento em um projeto de redes chegando até os computadores dos usuários.

É muito importante na escolha arquitetura levar em consideração inúmeros pontos: orçamento para investimento total, classificação da faixa etária a ser atendida e classificação financeira da população a ser atendida. A partir desses, e inúmeros outros pontos é possível a escolha de qual arquitetura será usada.

Disparadamente, o FTTH é a implementação mais cara. Se deseja saber mais sobre o custo de implantação de uma fibra dentro da casa de um cliente, acesse: QUANTO CUSTA UMA FIBRA DENTRO DO SEU IMÓVEL?.

Uma rede PON consiste de equipamentos OLT – Optical Line Terminal localizados nas bordas dos anéis ópticos das redes de transporte SDH, conectados nos equipamentos ADM, de um lado, e pelo outro lado conectados em vários outros equipamentos ONU (Optical Network Units) ou ONT (Optical Network Terminal)localizados nos imóveis.

O sinal óptico é transmitido pelo OLT por uma única fibra. Nessa fibra, são feitas derivações através do uso de divisores ópticos passivos (POS), para conectá-la às ONU’s e ONT’s. Cada ONU e ONT transmite e recebe um canal óptico independente e disponibiliza para os usuários finais alocação dinâmica de banda para as aplicações de voz, dados e vídeo.

Fiber-to-the-Home (FTTH) é a tecnologia banda larga para o mercado de massa do futuro. O FTTH possibilitará o transporte simultâneo de uma série de serviços, tais como Internet com acesso muito mais rápido, telefonia e televisão, através de uma única fibra óptica. Com o FTTH, a rede de acesso será baseada na fibra e capaz de prover velocidades limitadas somente pelos equipamentos existentes nas extremidades dos atendimentos.


QUAL ARQUITETURA ADOTAMOS NA VIVAVOX?

Sabemos que a arquitetura FTTH é a mais cara para implementação, e inúmeras outras arquiteturas surgiram para resolver exatamente esse problema: o preço da implementação! Entregar o link ao cliente via cabo de rede representa uma economia de aproximadamente de 60 a 70%  para o provedor que não adotou o FTTH.


Cabe ao provedor mensurar a qualidade que deseja, a capacidade de entrega de tráfego ao cliente final.


Na Vivavox Telecom adotamos a arquitetura FTTH, temos uma rede PON passiva 100% via fibra até o cliente final. NÃO EXISTE ATENDIMENTO EM CABO DE REDE NA VIVAVOX. Na nossa empresa presamos por ESTABILIDADE e VELOCIDADE DE ATENDIMENTO ao cliente final. Só conseguimos ter a melhor estabilidade e a maior velocidade de atendimento adotando a arquitetura FTTH. É mais caro, porém nosso suporte é extremamente baixo e nossa capacidade de entrega de tráfego ultrapassa 2.5Gbps por cliente instalado.

Outro detalhe que nos fez permanecer na arquitetura FTTH é o fato da rede ser 100% passiva. Com elementos ativos na rede, estaríamos sujeitos a falhas na infraestrutura de rede com descargas elétricas. No FTTH não existe energia elétrica sendo transmitida na rede, somente LUZ.


Na Vivavox Telecom acreditamos que o FTTH é o futuro do acesso da massa. Mesmo que ela represente um investimento maior agora, não existirá reinvestimento na rede migrando de FTTX para FTTH num curto espaço de tempo.

Muitos cliente também nos perguntam porquê não usamos rádio na nossa infra. Para entender nossa escolha, acesse o artigo: PORQUE NÃO VENDEMOS RÁDIO?. E se o seu interesse é se aprofundar no assunto de fibra, acesse nosso ebook: FIBRA vs RÁDIO!

Esperamos que esse artigo tenha sido esclarecedor.